Delegação Americana visita o Brasil para Parcerias Internacionais

Vamos divulgar:

Nos dias 26 a 30 de Setembro uma comitiva da Fundação Fox River (EUA) esteve no Brasil com o objetivo de dar continuidade a processos de parceria internacional iniciados em reunião promovida nos EUA em Maio de 2017 através do Movimento Internacional World Without Orphans.  A delegação, composta por Anthony Ritchie, Thomas Ritchie e Laura Collins (Diretora de Comunicação da America’s Kids Belong) foi recebida pela ANGAAD – Associação Nacional de Grupos de Apoio à Adoção numa articulação iniciada a partir da Pontes de Amor.   A visita visa a construção de atividades conjuntas para que mais crianças e adolescentes estejam sob cuidados familiares e menos crianças estejam em vulnerabilidade ou em acolhimento institucional. Compreendemos que a institucionalização não é a alternativa ideal para protegê-las; o acolhimento, sempre que possível deve ser em família; lembrando que por lei precisa ser emergencial e provisório. Assim, crianças precisam de famílias que cuidam e protejam, e que sejam suas famílias para sempre.  A parceria visa também despertar a comunidade cristã para assumir melhor seu papel de acolher, apadrinhar, adotar e apoiar estas crianças, assim como promover a integração entre Governo, Igrejas e OSCs e Empresas.

No dia 26 Sara Vargas, Presidente da ANGAAD (Associação Nacional de Grupos de Apoio à Adoção) e Coordenadora da Pontes de Amor e Família Acolhedora em Uberlândia (Missão Sal da Terra) e Rodrigo Rangel, Representante do World Without Orphans no Brasil e Presidente da Pontes de Amor e a comitiva americana se reuniram na cidade do Rio de Janeiro com o Procurador de Justiça Sávio Bittencourt, o Promotor de Justiça Rodrigo Medina, o Deputado Comte Bittencourt – presidente da Frente Parlamentar da Adoção na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, Bárbara Toledo – fundadora do Quintal de Ana e Geovana Silva, Assistente Social Coordenadora da Pastoral do Menor da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Nos dias 27 e 28 de setembro, em Uberlândia – MG, a comitiva se reuniu com representantes da Missão Sal da Terra; com o Dr José Roberto Poiani, juiz da Vara da Infância e da Juventude; Inês e Sanmia, representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social de Uberlândia; Adriano Zago, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Vereadores; representantes da Comissão de Direitos Humanos da OAB e da Pontes de Amor. Ainda em Uberlândia visitaram instituições de acolhimento, se reuniram com a equipe de acolhimento familiar, conheceram o Centro Comunitário Sal da Terra no Shopping Park, que atende mais de 500 crianças no contra turno escolar, onde puderam conhecer também ações de prevenção à vulnerabilidade infantil e rompimento de vínculos.

No dia 29 de setembro a reunião aconteceu no Ministério de Direitos Humanos com a Diretora de Programas de Cidadania da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, Fabiana Gadelha; o Juiz Assistente da Presidência do Supremo Tribunal de Justiça (Ministra Carmen Lúcia), Dr. Alexandre Takashima, Anthony Ritchie, Thomas Ritchie e Laura Collins da Fundação Fox River e America’s Kids Belong; Sara Vargas, presidente da ANGAAD – Associação Nacional de Grupos de Apoio à Adoção; Rodrigo Rangel e Pereira, presidente da Pontes de Amor e representante do World Without Orphans no Brasil; Soraya Pereira, Penha Oliveira e Juliana do Aconchego-DF.

Na pauta a importância de parcerias reais entre o Governo, Igreja e OSCs e o Segundo Setor para a promoção de reais impactos sociais. A infância foi colocada como o investimento que produz mais resultados. O MDH e STJ apontaram o Acolhimento Familiar como pauta prioritária para a infância, assim como a atualização e cruzamento de dados dos Cadastros Nacionais de Adoção, Acolhidos e de Instituições de Acolhimento. O dia fechou com um café delicioso com o Aconchego, aprendendo sobre suas ações em prol da Convivência Familiar e Comunitária.

O espaço para cooperação está aberto e o próximo passo é a construção de um Plano de Ação para esta parceria internacional.

Agradecemos os nossos amigos Norte Americanos por esta agenda intensa, cumprida com tanto amor e compromisso. O Brasil está à disposição para cooperar com outros países e receber ajuda externa para que nossas crianças possam viver em família.

Vamos divulgar:

Algo a dizer sobre esta postagem?

%d blogueiros gostam disto: